terça-feira, 12 de janeiro de 2016

WOW: Gloria do Aventureiro da Alma Dragônica e de Pandária foram alteradas.

Bom dia pessoal!
Foi anunciado pela Blizzard que temos mudanças nas Glórias do aventureiro de Pandária e da Alma Dragônica.
Uma conquista foi tirada de cada uma das meta conquistas, "De mãos dadas" foi removido da Glória da Alma Dragônica", e "A cobra vai fumar" foi removida da de Pandária. 





Para quem costuma fazer conquistas, essas eram as mais difíceis dos dois metas e muitas pessoas não conseguiam a montaria justamente por não encontrar grupos que conseguissem faze-las.


Como fazer as conquistas removidas dos metas
A conquista "De mãos dadas" consiste em ligar os dois últimos condutores cristalinos com o raio passando entre todos os jogadores do grupo, na fase de raios. A chefe onde ganhamos esta conquista é a Haggara, na raide Alma Dragônica. Para isso você precisa matar o lacaio elemental da fase de raios, após isso, a pessoa/grupo que o matou será "eletrizada", e com essa eletricidade vai ligar todos condutores da sala. Dizem que é solável com hunter e um pet.

Já "A cobra vai fumar", é feita nos chefes Vontade do Imperador nas Galerias Mogu'shan. Para conseguir esta conquista, todos os membros da raide (tem que ter 10 ou 25 pessoas) devem evitar cinco vezes seguidas o poder "Combo Devastador" (que os chefes usam de tempos em tempos, sendo que eles castam apenas 5 de cada vez). Quando isso acontecer, uma skill chamada "Golpe Oportunista" aparece no botão de ação e todos têm que usar na mesma hora.


Mais mudanças
Além da mudança nas conquistas, de acordo com o site wowhead.com, três armas, que são obtidas na Caminhada Temporal, agora têm Poder Mágico. São elas: 
  • Bastão da Luz Fulgurante (Chefe Vexallus, na masmorra Terraço dos Magísteres, na Caminhada Temporal do BC);
  • Cajado Focal Impregnado de Sol (Chefe Kael, na masmorra Terraço dos Magísteres, na Caminhada Temporal do BC);
  • Segredo Indizível (Chefe Mestre Forjador Criomal, na masmorra Fosso de Saron, na Caminhada Temporal do LK).

Nenhum comentário: