quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Café com Blizz: A história do Gnomo Leproso

Olá pessoal, esta semana contarei a vocês a história de uma figurinha bem interessante, o Gnomo Leproso. Para os que jogam HS, ele é bem conhecido, já que está no deck de face Hunter, que ainda é o baralho mais usado do jogo. Quem nunca desanimou sabendo o deck que ia enfrenta ao ouvir um "Me sinto bem nojento" já no primeiro turno? kkkk

Gnomos são originalmente da cidade de Gnomeregan, em Warcraft. Esta cidade foi invadida por Troggs que saíram da escavação de Uldaman. O líder dos gnomos, Grão-faz-tudo Gelbin Mekkatorque, foi convencido pelo Mecangenheiro Termaplugue, a ordenar a abertura das válvulas de pressão do gigante dele, e com isso fez uma radiação se espalhar por toda a cidade.



Muitos gnomos morreram quando a cidade foi inundada pela radiação, e os Gnomos sobreviventes foram forçados a deixar sua cidade e ir para Ironforge, capital deles e a cidade dos Anões.
Depois desse desastre, alguns gnomos foram afetados e têm a forma que conhecemos como Gnomo Leproso. A mutação não é só física, com sua cor esverdeada, inchaço, gangrena e olhos que brilham com uma luz estranha, mas uma loucura também os acometeu. Eles reivindicam a cidade Gnomeregan como deles e são agora liderados por Termaplugue


Fantasia de Gnomo Leproso, WOW, Hallowen
Os Gnomos Leprosos acham que Mekkatorque é um demônio, e não se consideram mais parte do povo Gnomo, além disso eles também não costumam aceitar nenhuma criatura em seus "domínios", tratando-as sempre como intrusos. Mas dizem por aí que alguns Gnomos Leprosos foram vistos andando com Anões Ferro Negro, e por isso acredita-se que seu novo chefe esteja tentando uma aliança com estes anões, para finalmente vencerem os Troggs.
Muitos dos gnomos leprosos aderiram à Forsaken em Lordaeron, e geralmente trabalham para a Real Sociedade Boticário como assistentes e aprendizes.

Mais histórias em: Café com Blizz

Nenhum comentário: