quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Café com Blizz: Varian Wrynn - Parte I

Olá galera, esta semana tem Café com Blizz edição especial (para me redimir por semana passada em que não publiquei história :/ ), como a vida do rei Varian é bem tumultuada, dividirei a história em algumas partes para tornar a leitura mais agradável, e vou postar ao longo de 3 semanas no Café com Blizz! 
Para começar, para contar esta história, preciso explicar a vocês que o mundo de Warcraft tem muitas raças, e duas distintas facções, sendo que essas facções tem capitais distintas, Stormwind (Aliança) e Orgrimmar (Horda). 
As raças são: Anões, Gnomos, Humanos, Elfos Noturnos, Worgens, que são da Aliança, e Taurens, Trolls, Elfos Sangrentos, Orcs e Mortos-Vivos, que são da Horda. As duas facções estão sempre em guerra, mas na expansão atual, "Warlords of Draenor", essa divisão já é quase imperceptível (dá até a impressão de que será extinta em breve), sendo não tão focada nas histórias do jogo, sendo mais importante mesmo para os jogadores que gostam de PvP (player X player ou jogador X jogador).

A História de Varian Wrynn - Parte I

Varian Wrynn era um príncipe numa cidade tranquila chamada Stormwind (Ventobravo), até que o Dark Portal foi aberto. Através deste portal, que leva a um novo mundo, vieram os Orcs, que fugiam de uma guerra em seu mundo (Outland), vindo parar em Azeroth. Com essa invasão, a Primeira Guerra começou entre a Horda e a Aliança.
Nesta guerra, Varian perdeu seu pai, o Rei Llane Wrynn, por meio da traição da Garona (que o matou), e com isso tornou-se o rei forçosamente. Enquanto isso, a cidade foi tomada pelos orcs, e Varian perdeu quase tudo. Foi levado de lá pelo campeão de Stormwind: Anduin Lothar. Os sobreviventes foram para Lordareon, cidade governada pelo rei Terenas, pai de outro personagem muito famoso de Warcraft, Arthas Menethil. Lá Varian e Arthas se tornam muito amigos.
Comandados por Anduin Lothar, os participantes da aliança formada entre ele e o rei Terenas, conseguiram retomar a cidade de Stormwind, na Segunda Guerra. Infelizmente, esta vitória teve um alto preço, a perda do comandante Anduin, que nem ao menos pode ver a cidade retomada.
Voltando a Stormwind, trabalharam em sua reconstrução. Aos 18 anos, Varian foi oficializado como rei, sendo coroado. Ele correu pelo mundo ajudando seus compatriotas contra invasões, e procurando por Garona, e finalmente se casa com Tiffin. Logo se tornou pai, de Anduin Wrynn, nome que colocou em seu filho em homenagem ao comandante morto.
Carta de Hearthstone
Uma confusão se espalhou pela cidade, os responsáveis pelos pagamentos de serviços não realizaram seu trabalho corretamente, e no calor desta confusão, a Rainha foi morta acidentalmente, com uma pedrada na cabeça. Varian teve mais um tempo de depressão, mas se levantou por seu povo e por seu filho.
Durante a Terceira Guerra (que é uma das minhas histórias favoritas), Varian participou ajudando o reino de Lordareon e aos refugiados dos locais em guerra. Mesmo com ajuda, Lordareon não aguentou, e foi tomada pela Scourge. (Começando uma história que fica para outro Cafe com Blizz.)
Com isso Stormwind se transforma na cidade capital da Aliança, e Varian Wrynn em seu líder, fortalecendo assim ainda mais o reino dos humanos.

CONTINUA...

Fonte: Wow Wiki


Mais histórias em: Café com Blizz

Nenhum comentário: