sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Reflexões sobre o Brasil


Olá pessoal!
Chega uma hora que não dá mais pra fingir que não existe política, ou problemas econômicos no país, ou qualquer assunto do tipo.
Ontem chegou a conta de luz, cerca de 21% mais cara, de acordo com o site da própria empresa EDP Bandeirante com a seguinte justificativa:
"Somente 0,87% do Índice de Reajuste Tarifário anual (IRT) aprovado refere-se a gastos gerenciáveis, reajustados com base na inflação (IGP-M) e atribuídos à EDP Bandeirante, como custos de operação e remuneração de investimentos realizados. O restante diz respeito a custos não gerenciáveis pela distribuidora, repassados – de acordo com a legislação e a regulação brasileira vigentes há cerca de 20 anos – aos consumidores, entre eles as despesas com a compra de energia, que correspondem a 10,09% do Reajuste Tarifário, bem como encargos setoriais e impostos."

Na verdade a falta de água também afeta o setor energético, e essa é só uma das razões deste aumento enorme no preço da luz.
Risco de falta de água iminente em várias regiões por falta de chuva e investimentos, o que pode trazer falta de energia elétrica também, dependendo da gravidade a que este problema chegar.

Fora isso, estamos esperando o aumento da gasolina, que de acordo com o site da Revista Exame será em breve, aparentemente existe uma reunião marcada para dia 31, que decidirá de quanto será esse aumento.
Hoje li , no site Terra, algo interessante, multas de trânsito poderão ser reajustadas em ate 900%, aparentemente é para as multas de ultrapassagem em local proibido, que hoje custa cerca de R$ 191,00 e passará a custar R$ 1915,40. De acordo com o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), esse aumento está amparado na lei 12.971,  que altera alguns artigos do Código de Trânsito Brasileiro, em sua maioria sobre ultrapassagens. De acordo com o Denatran, no caso de reincidência na multa no período de até 12 meses, será aplicada uma multa com o valor dobrado, chegando a um valor de aproximadamente R$ 3800,00.
E pensar que tudo isso é só o comecinho de tudo que vem por aí, a inflação está muito mais alta do que muitos de nós jamais viram, os preços de todas as coisas tendem a subir e muito.
Após essas polêmicas ultimas eleições eu espero que o povo, que votou seja lá em quem for para presidente, volte a acordar para cobrar dos governantes (de todos) que atitudes sejam tomadas e muitas mudanças sejam feitas, precisamos de reformas em vários setores do nosso país para que o Brasil volte a crescer e não entrar mais em crise do que já está.

Nenhum comentário: